Este site pertence a Leopoldo C. Baratto, fundador e coordenador do PlantaCiência. 2019.
Buscar
  • plantaciencia

TDAH: açafrão parece ser tão efetivo quanto os estimulantes

O açafrão (Crocus sativus L.), uma especiaria conhecida e cara, é tão efetivo quanto o estimulante metilfenidato (MPH) no tratamento dos sintomas do transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) em jovens, sugere uma nova pesquisa. Em um ensaio randomizado de seis semanas, uma equipe de pesquisadores da Tehran University of Medical Sciences, no Irã, constatou que não houve diferenças significativas na eficácia ou em eventos adversos no grupo açafrão comparado com o MPH. O MPH, que costuma ser usado para tratar o TDAH, tem muitos efeitos colaterais, incluindo perda de apetite, distúrbios do sono e náuseas, explicaram os autores. Além disso, aproximadamente 30% das crianças não respondem ao MPH, por isso a busca por estratégias de tratamento sem estes estimulantes. O açafrão e seus componentes ativos parecem aumentar a inibição da recaptação de dopamina e norepinefrina e são antagonistas do receptor do ácido N-metil D-aspártico (NMDA) e agonistas de GABA-α. "Como você deve saber, meu país é o principal produtor de açafrão, cerca de 90% do açafrão é do Irã – de fato, o açafrão é uma erva persa, com uma história que remonta ao Império Persa", disse o Dr. Shahin. "Existem documentos importantes na medicina tradicional persa sobre os efeitos psicotrópicos do açafrão, mas também precisamos da medicina baseada em evidências na medicina tradicional".


Fonte: Medscape - 29 de março de 2019


Clique aqui para ler a matéria na íntegra.




7 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

© 2019 Desenvolvido por Leopoldo C. Baratto, coordenador do Projeto "PlantaCiência".