Este site pertence a Leopoldo C. Baratto, fundador e coordenador do PlantaCiência. 2019.
Buscar
  • plantaciencia

Kava kava pode ter sido causa de morte que acabou em processo judicial

Entre os componentes da fórmula, havia extrato da planta kava-kava (Piper methysticum). Vários casos de toxicidade hepática foram relatados na Europa após uso de produtos à base de plantas contendo extratos de kava-kava, segundo um documento publicado em 2016 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).


A fórmula foi indicada por 45 dias. Bastaram duas semanas para que Lucio começasse a passar mal. Segundo Jerusha, o marido teve queda de pressão arterial, batimentos cardíacos acelerados, insônia, perda de apetite, intestino desregulado. Assustado, ele tentou agendar um retorno com o médico. "Por telefone mesmo, ele disse para o Lucio diminuir a dose, mas seguir tomando o remédio. E salientou que só havia coisa boa na fórmula". Depois que os médicos de um pronto-socorro constataram uma anemia, Lucio conseguiu reagendar uma consulta com Saab Junior. "Ele ficou bravo com a gente, disse que não receitaria mais nenhum remédio e nos dispensou sem cobrar o retorno. Abandonou o caso", diz Jerusha.


Com anemia, sem apetite, trêmulo e cada vez mais magro, Lucio resolveu tentar reequilibrar a saúde apenas com as práticas de Tai chi. Não foi suficiente. Em dezembro de 2011, foi internado na UTI. Os médicos constataram uma hepatite medicamentosa e mencionaram os riscos da substância kava-kava. Uma semana depois, Lucio morreu.


A viúva de Lucio, Jerusha, no Espaço Luz, em São Paulo, com os filhos Daniel e Luzia Mei.

Clique aqui para ler a reportagem na íntegra.

88 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

© 2019 Desenvolvido por Leopoldo C. Baratto, coordenador do Projeto "PlantaCiência".